9.8.09

FESTAS DO BARREIRO


Quando eu era menina, todos os anos ocorria um facto que nos deixava muito felizes. Era em Agosto as festas em honra de Nª Sr.ª do Rosário no Barreiro. Dizer que nós éramos pobres é colorir a vida quase miserável que tínhamos. Mas uma ida à festa no dia da procissão, que acompanhávamos religiosamente, entrar numa taberna depois da procissão e comprar um melão para matarmos a fome, e ficar até ser noite para que as crianças vissem a iluminação do arraial, era sagrado para meus pais. E nós que vivíamos num velho barracão sem água nem luz, abríamos os olhos de espanto para todo aquele brilho que fazia a noite parecer dia. O carrossel, os aviões, o poço da Morte, as barraquinhas de venda, faziam-nos ficar parados, a sonhar…

Lembro-me do dia em que meus irmãos se vestiram de anjinhos, em paga de uma promessa feita pela minha mãe. Estavam lindos, apesar de os fatos muito simples terem sido emprestados, e das sandálias terem sido feitas pelo meu pai com cartão e tiras de um velho lençol. Engraçado que eu também queria ir vestida assim e meu irmão não queria. Lembro-me que pedi à minha mãe para ir no lugar dele e ela não deixou. Eles tinham estado doentes a promessa era para eles.

A procissão de N.ª S.ª do Rosário realiza-se no dia 15 de Agosto. Consta-se que no local da actual igreja, havia uma pequena ermida dedicada a S. Roque. Mais tarde passou para a Irmandade de S. Pedro, constituída pelos pescadores da vila. Como estes eram devotos da Virgem do Rosário, em breve começaram a festejá-la.

Com o terramoto de 1755 a pequena capela ficou quase destruída. Restaurada e ampliada, em breve era um dos principais pontos de romagem, da margem sul, tornando-se a capela pequena para tanto romeiro em busca de milagres. A imagem saía de Lisboa em barco, festivamente engalanado, e escoltado por inúmeros barcos de pescadores, em direcção ao Barreiro, que já se encontrava em festa para recebê-la. No final do séc. XVIII, D. Maria I emitiu o alvará que permitiu a construção da actual igreja. A procissão hoje só em terra, realiza-se a 15 de Agosto.


ESTE TEXTO FAZ PARTE DA BLOGAGEM COLECTIVA "FESTAS E TRADIÇÕES DA MINHA TERRA".

SE GOSTOU DO TEXTO POR FAVOR CLIQUE ALI AO LADO, E VOTE EM MIM.

OBRIGADA


RECEBI HOJE POR MAIL A SEGUINTE INFORMAÇÃO REFERENTE ÀS FESTAS:

FESTAS DO BARREIRO / PALCO DA JUVENTUDE:

14 de Agosto - NOITE DO XINK´S 24h-02h - DJ KALHANAS + DJ NOX (House Music)

15 de Agosto - NOITE DA SFAL 24h-02h - MOTHER SHIP + HEAD ON (Rock)

16 de Agosto 24h-02h - PETER WAY (Powerpop/Pop Punk/Alternativa) + SKEWER (Grunge/Rock alternativo)

17 de Agosto 24h-02h - DUENDE E CONVIDADOS (Trance)

18 de Agosto 24h-02h - SHADOW NIGGA + UNIDADE BV (Hip Hop)

19 de Agosto 24h-02h - NORULES (Hip-Hop) + ISA (Zouk Love/Kizomba/Semba)

20 de Agosto - NOITE DA OUT.RA 24h-02h - R- + DJ F Dee Doo (Free Punk)

21 de Agosto 24h-02h - CLYDES (Hard Rock) + ONE WEEK TOUR (RockPop)

22 de Agosto 24h-02h - NOT THAT BED (MetalRock) + STEREOFUX (Indie/Rock/Pop/Punk)

23 de Agosto 24h-02h - MARCOS LIMA & THE SOUL CRIB (Funk/Soul)

Mais info: http://espaco-j.blogspot.com


BOAS FÉRIAS PARA QUEM ESTÁ DE FÉRIAS E BOM TRABALHO PARA QUEM NÃO ESTÁ.

30 comentários:

Dina disse...

Vou já votar...
Também tenho grandes recordações das festas em Honra do Sr. Jesus da Piedade que se realizam em Elvas sempre a partir de 20 de Setembro...
Ai esta música...Patxi Andiín...quantas recordações!!

mjf disse...

Olá!
Texto e musica lindos...
Vou votar:=)

Beijocas
Boa semana

gaivota disse...

em setembro teremos nós as festas da nossa senhora da nazaré!
pelo 15 de agosto, também há festa em caldas da rainha, a minha cidade natal, nunca faltava quando era miúda! havia feira, tudo se vendia, e carrinhos, carrocéis...
outros tempos, minha amiga!
beijinhos

Susana disse...

Olá Elvira:

Atrás de uma festa, recordações de meninice muito emocionantes. Pena não teres sido anjo, mas acredito que todos os dias te vestes um pouco o fato que não pudestes vestir naqueles belo dia...

Feliz dia de Blogagem!
Desta vez, excepcionalmente as votações irão durar até 8 de Setembro, para que as férias não sejam uma desculpa para votar e participar.

Não te esqueças de colar o selo"vote em mim", com o respectivo link para a aldeia( que está disponível na Aldeia da minha vida) para que os etus amigos possam votar em ti.

E lá nos encontraremos tb.
Bjs Susana

Susana disse...

Elvira:

Acho que os teus amigos ainda não foram votar, pois não têm o link para aceder.

Enquanto não colocas o selo, deixo aqui o endereço, caso haja quem queira votar:

http://www.aldeiadaminhavida.blogspot.com

Susana disse...

Esquece o que disse...afinal já tinhas o selo, mesmo em cima...eu ´que não vi logo...

Bjs

Agulheta disse...

Elvira.Sempre é bom conservar as memórias do que foi e continua...as raízes dum povo.
Vou votar logo de seguida,e agradeço a visita na ausência do blog.
Abraço

Ana Martins disse...

Olá Elvira,
as festas da nossa terra são sempre as melhores e as mais bonitas aos nossos olhos.
Podermos hoje aprecia-las recuando no tempo e vermos a menina que fomos por entre a multidão, vivendo a festa com o entusiasmo próprio da idade, é só por si uma bênção de Deus.

Gostei muito do seu texto, parabéns!

Já votei!

Beijinhos,
Ana Martins

José Pinto disse...

Olá Elvira
Bonito texto sobre as festas de Nsa Sra do Rosário, no Barreiro! O testemunho daqueles episódios da sua vida enquanto criança é dum realismo impressionante. Já deixei um comentário na "Aldeia da Minha Vida". Tem o meu incondicional apoio.
Um abraço.
José Pinto

Isamar disse...

Já cliquei hoje, Elvira. O teu texto está lindíssimo e comovente.És um ser humano muito, muito bonito que por este meio tive o privilégio de conhecer.Não te escondes sob uma capa de vaidade nem de arrogância e sabes dar lições de humildade como poucos. Gosto tanto de ti!

Bem-hajas! Que Deus te dê tudo quanto desejas e mereces. À tua família também e muito especialmente à minha sobrinha-neta, Mariana.

Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Elvira, como sempre tens aqui um texto que nos leva a memória para longe. E mais uma vez votarei em ti.


15 de Agosto é data de festas em quase todo Portugal. Lembro-me de ir um ano à Senhora da Saúde, nos Carvalhos. E fui dançar com um Grupo Folclórico que foi daqui do Brasil. Foi uma tarde inesquecível.

Pitanguinha tem histórias, não?

boa tarde, Elvira

alcinda leal disse...

Boa tarde Elvira
Tenho estado na Graciosa , onde tem havido festas e férias e duas netinhas adolescentes ( do meu marido) e não tive cabeça para participar e também ainda não tive tempo para ler todas as histórias.
No dia 21 de Agosto acabam as férias e espero poder dedicar atenção a esta iniciativa de que tanto gosto!
Devo dizer-lhe que mais uma vez fiquei comovida com o seu texto, de que gosto muito.
Parabéns Elvira pelo texto e pela sua atitude vertical!
Beijinhos
Alcinda

Odele Souza disse...

Querida Elvira,

Além de ser tua amiga, sou fã de teus textos. Este aqui está bem legal.

Já fui lá no link e votei. Em ti claro!.

Beijocas.

Patri disse...

Es muy lindo seguir tradiciones, sobre todo cuando lo haces desde pequeña.

Besotesssssssss

lagartinha disse...

Voto e é já!
A Elvira escreve de uma maneira que consigo visualizar tudo...
Beijinho grande

Maria Faia disse...

Estimada Amiga,

O terramoto destruiu a capela mas, felizmente não conseguiu destruir as "Igrejas" construídas nos corações de Homens e Mulheres de bem que, com a aprendizagem da vida, se tornaram seres especiais, HUMANOS E SOLIDÁRIOS.
As memórias que connosco vens compartilhando são deveras um manancial humano de uma riqueza especial.
Obrigado amiga.

Um beijo solidário,

Maria Faia

Tite disse...

Amiga,

Tens que me dar um tempo... para acompanhar toda a tua produção.

Com as netas por perto o tempo é escasso e tenho que ver as mensagens para não se acumularem.

Logo que tenha mais tempo volto.

Beijos

Nilson Barcelli disse...

Quando pequenos, as festas e romarias, principalmente à noite, eram momentos mágicos com os quais sonhávamos o ano inteiro até à data respectiva.
Excelente texto querida amiga, gostei imenso.
Beijo.

Ovinho Estrela(do) disse...

Tia mailinda,
quase saio de olhos em mar com o seu texto, em que partilha as suas memórias de infância...

Gosto tanto de si.*

vou a correr para votar (não me imagina ir de outra forma que não seja a correr, certo?? ahahah)

:)

Ah! E 'prás Festas do Barreiro, destes últimos grupos não conheço uma alminha que seja... Mas ali emj cima no cartaz... Ora bem... Ponha mais dois pratos na mesa para o dia 23 de Agosto!! eheheh Pedrinho Abrulhosa e fogo de artifício!! Com sorte ainda apanho o baile da paróquia!!)

marey90star disse...

Olá Elvira.
Eu não sabia da existencia desta festa.
Dia 15 são as festas da N.Srª da Assunção na Póvoa de Varzim terra do meu marido, é uma festa linda, com muitos barcos parados e enfeitados no mar, enquanto passa a procissão.
Aqui em casa o fim de semana também é de festa.:)
Aproveite bem as festas.
Beijocas.

Luis F disse...

Amiga

Um importante texto de divulgação, sempre util e apelando á participação.

Gostei muito de ler e de ficar a saber um pouco mais...

Bj
Luis

Brancamar disse...

Olá Elvira,

Deixo só um beijinho, porque estou de férias e num espaço que não é o meu e não há tempo para ler. Pelo fim de semana já estarei em casa e já virei cá com a atenção que merece uma das maiores amigas da blogosfera.
Mil beijinhos para si e para a netinha.
Branca

Luma disse...

Elvira, eu aposto que o melão que comiam, tinha o sabor melhor que todos os melões que já experimentou em sua vida! :) Bom fim de semana! Beijus

Rafeiro Perfumado disse...

Lembro-me dessas festas,e era também um ponto obrigatório para a família. Pena que o cartaz não tenha nomes "sonantes", para atrair mais pessoas.

Beijocas, bom FDS!

O Profeta disse...

Ah mas esta calmaria aprisionada
Sobe ao celeste um frio arrepio
Entre o mar e as negras pedras
Vive um coração de onde escorre um rio
Onde moram sereias douradas
Onde os peixes falam de amor
Onde as pedras são felizes
Onde as águas lavam o rancor


Boa fim de semana


Doce beijo

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Querida Elvira, achei lindíssima, e muito emocionante a história de sua família, de seus irmãos inda pequenos, da festa da Santa, da promessa.

¿Como era lindo quando sabíamos de menos, não? E aí tínhamos uma fé mais calorosa.

Sempre me recordo de quando eu também ia à igreja matriz de minha terra natal, Paranavaí (Paraná), com minha mãe Elvira - Dona Viróca, como meu pai a chamava -, carregando-a na garupa duma bicicleta que comprei com o dinheiro da venda de pães em cestas. Parabéns pela belíssima lembrança. Me fez viajar ao meu passado também agora...

Ótimo final de semana pra você e os seus!

Papoila disse...

Querida Elvira:
Regressada de férias vim visitá-la e aprender algo de novo sobre as festas da Nossa Senhora do Rosário no Barreiro... para mim a festa da minha infância não poderia deixar de ser o S. João...
Grata pelas visitas na minha ausência.
Beijos

Lilá(s) disse...

Belo texto! gostei e votei.
Interessante também o programa das festas.
Bj

Linda disse...

Elvira,
já votei, estas festas tradicionais são sempre bonitas!
bjs

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,