30.3.08

POESIA NO FEMININO

Inicio hoje um ciclo de poesia, de de poetas femininas (desculpem, mas embirro com o termo poetisas, que me dá uma sensação de menoridade) que se prolongará enquanto a minha situação actual não me deixar tempo, nem disposição para escrever alguma coisa de jeito. E começo este ciclo com alguém por cujos poemas sou uma apaixonada. Alda Lara. Toda a gente conhece Prelúdio magestralmente interpretado por Paulo de Carvalho, com o titulo de Mãe-Negra, mas muitos não saberão que se trata de um poema de Alda Lara. Vou tentar colocar ali ao lado essa canção. E vou deixar-vos aqui um outro poema de Alda Lara, menos conhecido mas nem por isso menos belo. Espero que gostem.

TESTAMENTO


À prostituta mais nova
Do bairro mais velho e escuro,
Deixo os meus brincos, lavrados
Em cristal, límpido e puro...

E àquela virgem esquecida
Rapariga sem ternura,
Sonhamdo algures uma lenda,
Deixo o meu vestido branco,
O meu vestido de noiva,
Todo tecido de renda...

Este meu rosário antigo
Ofereço-o àquele amigo
Que não acredita em Deus...

E os livros, rosários meus
Das contas de outro sofrer,
São para os homens humildes,
Que nunca souberam ler.

Quanto aos meus poemas loucos,
Esses, que são de dor
Sincera e desordenada...
Esses, que são de esperança,
Desesperada mas firme,
Deixo-os a ti, meu amor...

Para que, na paz da hora,
Em que a minha alma venha
Beijar de longe os teus olhos,

Vás por essa noite fora...
Com passos feitos de lua,
Oferecê-los às crianças
Que encontrares em cada rua...


Alda Lara nasceu em Benguela a 9 de Junho de 1930. Fez os seus estudos primários e secundários em Angola, tendo, porém, terminado o curso liceal já em Lisboa.
Frequentou as Faculdades de Medicina de Lisboa e Coimbra, concluindo nesta última a sua formatura.
Casou com o Dr. Orlando de Albuquerque, também médico e escritor.
Faleceu muito nova, contando apenas 31 anos de idade, no dia 30 de Janeiro de 1962.
Os seus versos foram reunidos num volume intitulado POEMAS, publicado por seu marido em 1966.
Mais tarde, em 1973 saíu o segundo livro "Tempo de chuva"
(Biografia elaborada com recurso ao livro "ALDA LARA, breves considerações sobre a sua obra" de Morão Correia.

46 comentários:

Pitanga Doce disse...

Esta fase menos boa está a te deixar triste.
beijos carinhosos, amiga Elvira.

mary90 disse...

Boa noite, Elvira.
Bonito poema e, esta canção é maravilhosa.
Uma boa semana.
Beijocas

Sophiamar disse...

Um poema lind�ssimo de uma poeta que conhe�o mas cujo poema ainda n�o tinha lido.
Muito obrigada, amiga!
Gosto muito de poesia e est�s a fazer uma homenagem �s mulheres poetas de Portugal. Merecida!

Beijinhosssss

p.s. Desejo que esta fase menos boa passe depressa. Sa�de!

Berta Helena disse...

Querida Elvira,
Espero que a saúde do seu pai e a sua esteja em recuperação.
Obrigada pela visita.
Também eu não tenho tido oportunidade para visitar os amigos, embora por outros motivos.
Desejo rápidas melhoras.

Um beijinho grande
Berta.

Zé Povinho disse...

Uma autora, poeta feminina, que me foi apresentada aqui na blogosfera, da qual nada conhecia até há poucos dias.
Gostei.
Abraço do Zé

Pena disse...

Linda Amiga:
Que terno poema escolheu direccionado às sensíveis e lindas mulheres poetas.
"Poesia no feminino", adorável e brilhante.
Apesar de ser homem, acredito na beleza inequívoca, visível e talentosa de uma poetisa linda nascida em Benguela, decorada pela imensidão de usos e costumes daquela terra fascinante, mas que desconheço. Retracta-a tão bem que parece que estamos a presencear tudo o vivido lá. Tenho ouvido falar tanto de África e dos seus encantos.
Registei a sua fabulosa poetisa.
Muita saúde para si e para os seus entes queridos, é o que com sinceridade e seriedade lhe desejo.
Bj amigos de ternura
Com valiosa estima

pena

Já tenho saudades das suas visitas e do encanto como as faz. É uma referência preciosa para todos nós.

Maria disse...

Muito obrigada por mais este poema de Alda Lara, Elvira.
Com algumas adaptações, este poema foi cantado em fado pela Teresa Tarouca...

Um abraço, Amiga

Mocho-Real disse...

Espero que possa brevemente retomar os conteúdos habituais.

A poesia de Alda Lara é-me desconhecida. Assim, estou agora a tomar contacto com a poetisa.

Um abraço.

António Inglês disse...

Elvira

Estou de volta como pode ver e penso que já quase em bom estado, se é que alguma vez o conseguirei...
Desconhecia Alda Lara e nem sabia que a Mãe Preta era de sua autoria. Como as coisas são... tantos e tantos anos conhecendo o poema e desconhecendo o seu autor.
Espero que seu pai e sua mãe estejam bem e que consigo as coisas estejam também a entrar nos eixos.
Desejo-lhe uma óptima semana
António

Uma vencedora... disse...

Amiga,

Estou com saudades, mas depois volto para comentar o texto...

Agora irei sair da net!!!

Bjs

Janaína

Vieira Calado disse...

A mulher-poeta tem o seu lugar junto ao homem-poeta.
Mas, porque não, de tempos a tempos,
frisar bem que o poema é duma mulher-poeta?
Acho bem.
Beijinhos, amiga.

««§εмф†ϊvф»» disse...

Nossa Elvira, gostei muito do poema. Ela escreve com tanta clareza e simplicidade que me dá uma sensação de vivenciar o que foi escrito.

Muito bm, mas não deixe de escrever ao menos de vez em quando seus desvaneios que tantos gosto de ler e que de desvaneios não tem nada. =)

Abraço e uma ótima semana pra vc tb.

Ray

Azul disse...

Acho uma excelente ideia, embora concorde com a Pitanga.

Força, querida.

Pena disse...

Estimada Amiga Elvira:
Hoje, não venho comentar o seu lindo, maravilhoso e excelente Post.
De maravilhar.
Venho carinhosamente agradecer-lhe as palavras deixadas lá no meu "cantinho". OBRIGADO!
Mais importante que isso: Quero desejar-lhe as melhoras dos seus lindos familiares. É um sentimento sincero.
Quero-lhe expressar, porque estou preocupado, rápidas melhoras para eles e dizer-lhe que tenha força, ânimo e uma intensa crença que tudo vai correr bem. A vida necessita de si e necessita deles, creia.
Uma rápida melhoria, um restabelecimento completo e uma saúde consolidada, é tudo o que desejo do coração. Merece plenamente, acredite? Tem valores e princípios de encantar. Para o seu marido força. Muita força, é o que sinceramente lhe anseio.
Bj amigos de grandiosa estima e consideração pela Pessoa GRANDIOSA que é.
Com todo o respeito por si e pelos seus

pena

Um Momento disse...

Olá Elvira
Gostei imenso do poema e da musica:)
Desejo as melhoras e deixo um beijo com votos de uma boa semana.


(*)

peciscas disse...

Já há muito que não ouvia essa canção do Paulo.
Obrigado pela recordação e por mais esse excelente poema da poeta(também prefiro este termo, que a Natália Correia também preferia) angolana.

São disse...

Olá, Elvira.
Gostei muito de relembrar este poema e dou-lhe parabéns pela iniciativa.
Só que me preocupa e entristece as razões que determinaram esta sua opção. amiga.
Se precisar de mim, disponha!!
Um abraço muito fraterno e desejos sinceros de que tudo se recomponha rapidamente e bem!

Paula Calixto disse...

Nooooooooooossa, Elvira!!! Amei Alda Lara!!!

Não conhecia, admito. Mas agora não poderia ter sido apresentada de forma mais sublime: com esse poema-maestria de brinde.

Lindo, lindo, lindo!

Beijos, lindona.

fj disse...

...que belo testamento, era bom q assim fosse.
Por acaso nao conhecia.
Elvirinha
Que em breve tenhas tempo disponivel e disposição para escreveres coisas tuas...adoro-te ler .
Um abraço e boa semana

DE-PROPOSITO disse...

Um poema interessante que dá para meditar-
fica bem.
Felicidades.
Manuel

mjf disse...

Olá!
Poema lindo..
Espero que esta fase da sua vida passe rápidamente e volte a encontrar a vontade e alegria de conviver alegremente com os seus amigos virtuais...

Beijocas

São disse...

Como se encontra? Desejo que bem melhor!
Abraço, amigo.

aramis disse...

Lindo!!!
Minha querida Amiga, passei para matar saudades e deixar-te um beijinho muito grande!

Dualidades disse...

Muito bonito. Um nome na poesia que não conhecia!

Dualidades JP

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Elvira

Passei para um abraço, pois de poesia pouco sei!

Abraço do

Luiz

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida amiga Elvira, adorei o teu post, lindo relembrar boa poesia... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Maria Clarinda disse...

Que saudade eu tinha de ler a Alda Lara...Jinhos mil.
Ainda mais com esta m�sica!!!!!!

Geo disse...

Querida Elvira! Tens toda razão, amei este poema...ao ler, escutando a música "Mãe Negra" um arrepio me percorreu o corpo...de emoção e admiração por versos tão sinceros. Não conhecia Alda Lara, mas adoro poesia e com certeza vou procurar sua biografia.

Acredito que todos nós queremos deixar um pedaço de algo especial que possa, de alguma forma, fazer diferença em alguém.

Penso que esta mulher fez sua parte e tu minha amiga, a faz com maestria também.

Estimo suas melhoras e de seus pais...que esta fase seja breve.

Beijos!!!

Geo

Taty Ferreira disse...

Oi minha amiga!!!
Nossa quantas mudança em seu blog! Você tá chic hein rsrs...

Agora estou de volta ao mundo blogueiro! =D

Beijinhos! =D

Taty Ferreira disse...

Oi minha amiga!!!
Nossa quantas mudança em seu blog! Você tá chic hein rsrs...

Agora estou de volta ao mundo blogueiro! =D

Beijinhos! =D

Lisa's mau feitio disse...

Elvirinha, amiga tão serena...

Não conhecia Alda Lara.
Vou pesquisar acerca dela. Adoro poesia. Adoro.

Deixo um beijinho do tamanho do Mundo, cheio de serenidade e cheio de energias positivas para si e para os seus... Desejo que as notícias comecem a passar a ser mais animadoras, minha querida Elvirinha.

...

Lisa

AURORA ( LOLA ) disse...

Gostei do poema mas não conhecia e nunca li nada dessa senhora com pena minha.





bjs

Sophiamar disse...

Venho deixar-te beijinhos e desejar-te as melhoras de todos os familiares.

For�a, Amiga! Estou contigo!

Joseph disse...

Elvira
Olá

Obrigado pela visita.

Como vão todos? Teu pai? Espero que vão indo melhores, todos vós.

Não conheço a poeta. Partiu muito nova.
Mas o poema é muito bom.

Voltarei.

Beijinho amigo, com carinho;)**

Osc@r Luiz disse...

Olá minha amiga,

Já tinha lido esse poema em algum lugar que não consigo me lembrar qual foi, mas não sabia nada sobre a biografia da autora.
Obrigado pela contribuição.
Um beijo!

Mocho-Real disse...

Nâo vendo, AINDA, produção própria, deixo o meu abraço e desejos de saúde para todos aí por casa.

FORÇA, AMIGA, minha revelação do ano!
Jorge G.

António Inglês disse...

Boa noite Elvira

Passei para lhe desejar um final de semana o melhor possível.
Deixo-lhe um abraço de muita amizade.
António

Odele Souza disse...

Adorei o poema Elvira. E concordo contigo.POETA.
A Música ao lado é uma delícia.

Um beijo.

Georgia disse...

Elvira, como você está e seus pais?
Nao conhecia nada da autora. Realmente ela morreu bem cedo.
Te respondi lá na Saia sobre o seu comentario deixado lá. Hamster nao é Porquinho da India nao. Hamster é mais para os ratinhos e Porquinho da India mais para os coelhos.

Bom fim de semana e que Deus te abencoe.

Beijo

Taty Ferreira disse...

Uma ótima sexta-feira, e um fds maravilhoso!!!

Bejinhos =D

fj disse...

deixo um abraço e votos de um optimo fim de semana!!

Entre linhas... disse...

Um lindo poema,desconhecia a autora.
Miga recebi o seu email,desejo as rápidas meloras.
Um bom fim de semana
Bjs Zita

Entre linhas... disse...

Um lindo poema,desconhecia a autora.
Miga recebi o seu email,desejo as rápidas meloras.
Um bom fim de semana
Bjs Zita

Brancamar disse...

Este poema é lindíssimo, conhecia para além da Mãe Preta, mais um ou dois de Alda Lara, mas não este.
Obrigada por este momento.
Amiga ando preocupada consigo.
Espero que estejam todos melhores.
Deixo um beijinho grande.
Branca

tempoparaamar disse...

Beijinhos para si e familia e desejo melhoras para todos amiga,bom fim de semana.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,