25.7.17

SINFONIA DA MEMÓRIA - PARTE XV




O cheiro a café acabado de fazer, acordou Helena. Ficou uns momentos em silêncio, tentando situar-se no dia exato, como quando alguém acorda antes de tempo. Ouviu a voz do filho. A empregada já teria chegado? Não. Era domingo ela tinha o dia livre. Logo de seguida ouviu a voz de Fernando. Saltou da cama, e olhou o relógio. Nove horas? Como era possível que tivesse dormido tanto? Vestiu o robe, e foi à casa de banho. Lavou a cara, os dentes, escovou o cabelo, e dirigiu-se à cozinha. Sentado à mesa com uma taça de cereais na frente, Diogo, tagarelava com Fernando enquanto ia comendo. Ele escutava a criança com ar divertido, tendo na sua frente um prato vazio e na mão, uma chávena de café. O cabelo húmido e a roupa da véspera, mostravam que já tinha tomado banho.
- Bom dia.
- Bom dia, - responderam em coro. Logo, Fernando  pôs-se de pé e disse:
-Senta-te. Faço-te já umas torradas. O Diogo queria ir acordar-te, mas consegui convencê-lo a ficar comigo. Bebes café, leite, ou as duas coisas?
- Por favor, Fernando, eu trato do meu pequeno-almoço.
- Porquê? Achas que não sei fazer torradas? Devias ter provado uma das que acabei de comer. Deliciosas. Vá lá, senta-te e desfruta das minhas capacidades de cozinheiro. Mas ainda não me respondeste. Café ou leite?
- Café, por favor.
- Mamã, vamos passear hoje? – Interrogou o menino.
-Se comeres tudo, vamos às compras ao Centro Comercial.
- Já estou a acabar. E olha que o tio Fernando, encheu-me a taça. Tu nunca a enches tanto.
- Estás a crescer, campeão. Precisas comer bem, - disse enquanto colocava um prato com duas torradas na frente dela, bem como o recipiente da manteiga e a faca. Virou-se para apanhar a chávena com o café, e por fim sentou-se.
A criança acabou de comer e saiu da mesa. Foi junto dele e perguntou:
- Queres brincar comigo?
Ele estendeu a mão e acariciou-lhe a cabeça. Mas Helena reparou que estava distante.
- Não é a esta hora, que dá aqueles desenhos animados de que gostas tanto, Diogo?
- Vou ver mamã, - disse correndo para a sala, a fim de ligar a televisão.



12 comentários:

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
está mesmo demorada esta novela !!!
JAFR

✿ chica disse...

A amizade entre Fernando e o menino está cada vez mais consolidada.. E ela perceberá isso... Vamos acompanhando e esperando...bjs, chica

António Querido disse...

Com torradas! Hummm, cheira-me a miminhos!

BOAS FÉRIAS AMIGA.

Odete Ferreira disse...

Muito interessante esta história e a deixar muito espaço para congeminacões.
Bjinho, Elvira

Edumanes disse...

Será que Fernando é o legitimo pai do Diogo? E devido à perda de memória provocada pelo acidente, ainda o Fernando, nem Helena se reconheceram? Visto o contacto amoroso que houve entre ambos. Ter sido, tão, mais rápido do que um relâmpago que se acende nas nuvens e se apaga no espaço?

Tenha um bom dia, e continuação de boas férias amiga Elvira. Um abraço,
Eduardo.

redonda disse...

Ele fica mesmo bem na família dela :)

redonda disse...

Pensei que ainda tinha mais um capítulo para ler e esgotei os capítulos :(
E continuamos sem saber quem é ele...
Bem, voltarei depois para ver se já temos mais capítulos para ler e com pistas para descobrirmos quem é o Fernando :)

um beijinho e continuação de boas férias

maria disse...

Será que o Fernando é pianista!?

Anete disse...

HuM, a amizade entre os três tá crescendo... Vamos ver como será daqui pra frente...
Tá interessante o relacionamento "desse pessoal"... Rsss...

Bjs e lá vou eu dar uma fugidinha/miniférias p comemorar niver de casamento...

Os olhares da Gracinha! disse...

Um belo relacionamento!
Estou a gostar ... Bj

Os olhares da Gracinha! disse...

Um belo relacionamento!
Estou a gostar ... Bj

Rosemildo Sales Furtado disse...

Curioso, acompanhando e gostando.

Abraços,

Furtado