19.7.17

SINFONIA DA MEMÓRIA - PARTE IX

               Mãe babada, mais uma vez utilizo uma
               foto do Pedro para ilustrar uma história.


Sandra, a colega com quem fizera amizade, naquelas três semanas, não estava, mas a enfermeira apresentou-lhe o doutor João, que fazia parte da equipa e que era quem naquele dia estava de serviço. Ele informou-a, que do ponto de vista físico, o paciente estava curado, mas que continuava sem memória. A polícia já tinha sido informada da sua alta naquele dia, e ela teria que assinar um termo de responsabilidade, e deixar a morada, a fim de ser contactada se houvesse alguma evolução nas investigações. Ele também já fora visitado pelo psiquiatra, que pensava talvez pudesse ajudar através da hipnoterapia. Mas o doente resistira à hipnose, e o clínico não pudera por em prática a sua teoria, já que como é sabido, em caso de rejeição é impossível conseguir obter o estado hipnótico. Terminada a conversa, e assinado o documento, despediu-se do médico e dirigiu-se à sala onde o homem se encontrava.
Ele estava sentado na cadeira, junto da cama. Devia rondar o metro e noventa, era bem constituído, tinha o cabelo negro húmido, como alguém que acabara de tomar banho, a barba escanhoada, e vestia umas calças de ganga pretas, e uma suéter vermelha. Ela que só o vira de noite, deitado na estrada, em hora de aflição, e depois nas visitas sempre deitado, não se tinha apercebido da figura imponente do homem, que se levantou e esboçou um sorriso, quando a viu entrar.  Sentiu que o seu coração disparava, enquanto a cabeça a avisava, de que se estava a meter, numa camisa-de-onze-varas, como costumava dizer a sua mãe.
-Boa tarde,- saudou estendendo-lhe a mão que ele apertou com calor. Pronto para a vida lá fora?
-Boa tarde, doutora. Disseram-me que tinha alta, e que a senhora me vinha buscar. Porquê? Estou tão mal que tenha que ser vigiado?- Perguntou com ansiedade.
-De modo nenhum. Apenas faltam poucos dias para o Natal, e como sei que não se lembra de onde mora, pensei convidá-lo a passar o Natal connosco. Apenas isso, mas se não o deseja, vou-me já embora.
- Nada disso doutora. Não me leve a mal. Toda esta situação, é tão nova para mim.
- Então, vamos? Deixei o meu filho numa festinha de anos em casa duns vizinhos, e não me posso demorar. Pelo caminho podemos conversar.
Ele apanhou o casaco, das costas da cadeira, e disse enquanto o vestia.
-A doutora manda.





12 comentários:

✿ chica disse...

E as coisas vão iniciar nesse tempinho que passarão juntos...Vamos ver! Teu filho ´lindo e serviu bem pro perfil...bjs praianos,chica

Tintinaine disse...

Acelerada vai esta história.
Quanto ao agendar não encontrei nada.
Etiquetas é uma miniaplicação que se pode escolher da lista que nos é oferecida pelo Blogger. Fui lá espreitar, mas não vi nada que se pareça com «agendar».

redonda disse...

Se ele fosse um bocadinho mais baixinho e magro parece-me que seria melhor...esperemos que ele seja mesmo boa pessoa...


um beijinho

Anete disse...

Que bom usar a foto do seu bonito filho p o personagem misterioso... Logo a memória voltará e conheceremos mais dele...
Boas férias, Elvira! Um tempo de descanso e saída da rotina faz bem, muito bem!...

Bjs

Edumanes disse...

A doutora manda! O paciente obedece. E eu para acompanhar o desenvolvimento da Sinfonia. Também sou obediente!

Tenha uma boa noite amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

lourdes disse...

As coisas estão a encaminhar-se bem.
É agora.
Num ambiente natalício, 2 jovens bonitos, etc etc......
O que será que por aí vem?
Bjs.

Smareis disse...

Tudo nos conforme. Vai ver que no Natal ele lembra.
Lindo teu filho Elvira. Parabéns!
Beijos e boa semana!
Escrevinhados da Vida

Cantinho da Gaiata disse...

Este relacionamento assusta-me, o que será que vai acontecer, claro só pode ser coisa boa, mas aqui a je está com medo.
Muito bonito é o filhote, Parabéns e obrigada pela partilha.
Bjs

Roaquim Rosa disse...

bom dia
a angustia de sempre á espera de um novo capitulo !!!
JAFR

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Estou a gostar.
Um abraço e continuação de boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

São disse...

O Pedro é lindo e a filha dele também.

Beijinho e bom resto de semana

Rosemildo Sales Furtado disse...

O mistério continua. Aguardemos os acontecimentos e assim saberemos de quem se trata o estranho.

Abraços,

Furtado