19.2.17

LONGA TRAVESSIA - PARTE XX




- Já. Escolhi o Raul. Parece-me ter mais capacidade de encaixe com as novas técnicas e outras inovações que espero introduzir. 
E de repente como que numa súplica:
- Passa o Natal comigo!
Estremeceu. Aquele homem desconcertava-a. O que é que pretendia dela? Levá-la à loucura? Fazer com que esquecesse os oito anos de sofrimento e abandono?
- Não posso.
-Porquê? Vais passar com a tua família?
 -Vou. – Mentiu, pois na verdade ia passar o Natal, em casa de Luísa.
- E não posso ir contigo? Gostava de conhecê-los.
- Não achas que é muito tarde para isso? Teria ficado muito feliz se há oito anos, tivesses aceitado o meu convite. Em vez disso, abandonaste-me de forma cobarde, enquanto eu ansiava pelo fim das festas para voltar para ti.
- Tens razão. Fui um canalha. Deixa-me provar-te que estou arrependido. Dá-me uma oportunidade de te demonstrar o meu arrependimento.
Sentia que lhe faltavam as forças, mas não podia ceder. Foram muitas noites sem dormir, muitas lágrimas derramadas. Anos e anos de sofrimento, incapaz de pensar num novo amor, o peito corroído pela rejeição.
- Por favor! Voltamos ao trabalho ou amanhã dou inicio às minhas férias, - ameaçou.
- Voltemos então ao trabalho,- suspirou ele.
Mas ambos sabiam que os seus pensamentos andavam distantes do trabalho.
 Não o viu nos dois dias seguintes. Devia estar absorvido pela resolução dos múltiplos problemas que iam surgindo, e na verdade, resolvida a questão de escolha do novo chefe, e até que a "Tudilar" começasse a laborar em pleno, ela não podia ajudar em muito.
Finalmente na quinta-feira no fim da manhã, tudo ficou pronto. Ele cumprimentou cada um deles. Depois acrescentou, que após o almoço poderiam partir e voltar a dois de Janeiro para um ano de trabalho intenso. E acabou desejando um Feliz Natal a todos.



16 comentários:

Janita disse...

Estive a ler atentamente os episódios anteriores e fiquei admirada com o rumo que os acontecimentos tomaram.
Na minha opinião, Teresa está afazer demasiadas concessões a um homem que se diz arrependido, mas isso são meras palavras, e palavras leva-as o vento.
Agora, ficou prejudicada com as férias que já havia programado passar com o filho.
Não sei se a Elvira chegou a informar e eu não reparei, se essa coisa do duplo nome ficou esclarecida. Ela refere-se a ele como Rui, mas na documentação actual dele, deve constar o nome com que se apresentou: Mário, não será?
Veremos o desenvolvimento nestes dias em que estarão mais perto.

Um abraço, e obrigada por nos empolgar com as suas histórias sensacionais.

✿ chica disse...

Cada vez mais curiosa, mas eles parece pouco a pouco, se aproximam...Ou não? bjs, chica

Tintinaine disse...

O amor é como uma corrente tempestuosa que leva tudo à sua frente. Nem vale a pena pensar em resistir-lhe!

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
começar o dia a ler esta historia e muito especial pois é engraçado mas assim que posso ligo imediatamente o pc e vou direto á sexta feira para saber novidades sobre a historia, e no entanto não sou muito amantes de novelas .
continuação de um santo domingo e ate amanhã á mesma hora.
JAFR

aluap Al disse...

Posso estar enganada, mas não acredito que vão passar o Natal juntos, acho que o Rui/Mário vai ficar sozinho e vai ser uma data para repensar tudo o que fez e deseja para o novo ano.
A expressão ano novo, vida nova é conhecida.
Bom domingo e cont. de bom ano!

Prata da casa disse...

O enredo adensa-se....
Bjn
Márcia

Socorro Melo disse...


Olá, Elvira!

Há dias não consigo fazer comentários, em virtude de problemas no navegador. Mas, estou acompanhando a história, com muita expectativa. Estou gostando muito.

Grande abraço

Fátima Pereira Stocker disse...

Elvira

Porque já não vinha aqui há algum tempo, dediquei boa parte da manhã a ler de um fôlego esta "Longa Travessia".
Acho muito engraçado que a Elvira tenha recuperado para a Internet o ritmo de publicação folhetinesco que nos prendia aos jornais e, agora, a si.

Um grande beijo

AvoGi disse...

Ohhhhhhhh, acaba sempre no auge do suspense.
Cada vez melhor. Adoro uma boa trama
Kis :=}

Edumanes disse...

Rui, diz que está arrependido, de ter feito o que fez. Teresa está mortinha para o perdoar, mas continua a teimar contra a sua vontade. Eu creio que só será até ele saber da existência do filho?

Tenha uma boa tarde de domingo amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Odete Ferreira disse...

Leitura sempre apetecível.
Até ao Natal tudo pode acontecer.
BJ, amiga 😊

Gaja Maria disse...

Ela.está a vacilar muito.depressa, apesar do sofrimento continua a ama-lo. É uma questão de tempo e persistência da parte dele :)

Vera Lúcia disse...

Olá Elvira,
Estou adorando a leitura. Teresa tem coneguido segurar a situação, mas creio que não será por longo tempo.
Fiquei curiosa com o lance dos tênis.

Ótima semana!

Beijo.

Elisa Bernardo disse...

Perdi alguns posts por falta de tempo tenho sido uma correria por aqui e quando a visito gosto que seja com tempo, calma para poder absorver tudo. Vou me inteirar de tudo o que perdi :) Aproveito para lhe desejar uma boa semana querida Elvira.
Beijinho grande
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

© Piedade Araújo Sol disse...

Elvira

estiva aqui a ler todos os capítulos.

e, se é ficção, isto está mesmo muito interessante.

beijinhos

:)

lua singular disse...

Oi Elvira,
Eu não voltaria com ele por dinheiro nenhum. Faz o que quer e depois vem arrependido? É piada, vai fazer a mesma coisa.
Beijos
Lula Singular