21.5.16

PORQUE ME APETECE...



E hoje apeteceu-me poesia. Para "desenjoar" da história do Manel que já vai longa


O meu olhar é… mágico


O meu olhar é mágico. 

Ele é o portal de entrada na vida que me rodeia.

É a borboleta que dança inebriada

Sobre um canteiro florido.

Ele é a alegria esfuziante da criança,

Que brinca

Sob o atento olhar da mãe, que sonha

Para ela um futuro radioso.

Ele é o Amor latente nos jovens

Que trocam beijos num banco de jardim.

O meu olhar é mágico

Ele é a lágrima escondida na solidão dos idosos

A quem o desemprego levou

Os filhos na mala da emigração.

É a dor sem tamanho daquela mãe

A quem um acidente brutal roubou

A luz dos seus olhos.

Ele é o mar que no horizonte

Se funde no espaço celeste.

Ele é a nuvem que passa

O vento que verga as árvores

E o sol que a todos afaga.

O meu olhar é mágico

Porque ele é o portal das emoções

Que compõem a Sinfonia da Vida.



Maria Elvira Carvalho.


in  Antologia de Poesia da Chiado Editora " Entre o sono e o sonho"

27 comentários:

✿ chica disse...

Que linda tua poesia,Elvira e esse olhar mágico sobre o portal das emoções da vida foi encantador. bjs, lindo fds! chica

Luis Eme disse...

Excelente apetite.

abraço Elvira

Anete disse...

Um belo poema, Elvira!
O olhar diz muito da vida de uma pessoa...
Vale muito um olhar terno...

Bom sábado! Bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

eu diria que é um poema dançante e melodioso

bom fim de semana.

beijinhos

:)

Benó disse...

Um olhar mágico cheio de sensibilidade e música. Um abraço, Elvira neste dia
cheio de sol.

Benó disse...

Um olhar mágico cheio de sensibilidade e música. Um abraço, Elvira neste dia
cheio de sol.

Edumanes disse...

Porque lhe apetece,
tem liberdade para escolher
da juventude não se esquece
o seu belo poema gostei de ler!

Na praia uma cabana,
com a temperatura amena
tenha um bom fim de semana
não se esqueça da merenda!

Um abraço para você amiga Elvira,
Eduardo.

Daniela Silva disse...

Que poema lindo. Posso levar? Vou seguir



Beijinho meu bom fim de semana,
http://danielasilvablogof.blogspot.pt/

aluap Al disse...

Gostei desse olhar.
Às vezes também me acontece...apetece mudar de tema.
Bjs/bom fim de semana.

Ana S. disse...

Olá Elvira!
O olhar é mágico e revela sempre o que vai na alma, mesmo até quando não o queremos revelar.
Abraço

AC disse...

Desenjoar?
Elvira, a saga do Manuel da Lenha é exemplo a seguir, poema perene que se escreve(u) pela vida fora.

Um bom final de semana :)

Janita disse...

Devemos seguir a onda dos nossos desejos, Elvira. Se lhe apeteceu poemar, pois fez muito bem, mas não para desenjoar.
As suas narrativas nunca enjoam. Gostei desse seu olhar mágico que compõe a mais bela sinfonia; Aquela a que chamamos: VIDA.

Um abraço e bom Domingo.

Ana Martins disse...

Simplesmente maravilhoso, Maria Elvira.
Beijinho com votos de um excelente Domingo.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Se os olhos são
as janelas da alma

não é o olhar que é mágico
é a alma

Boa?

Elisa Bernardo disse...

Primeiro , não é preciso desenjoar da história magnífica do Manuel da lenha :) e segundo , que poema lindo!!! Quero mais :)))
Beijinhos
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

António Querido disse...

LINDO, muito lindo para deixarmos de recordar a juventude, recordar é viver e todos nós dependendo da idade temos o direito de viver o amor!

Um abraço com amizade.

CÉU disse...

Olá, minha querida amiga Elvira...

O seu olhar é muito vasto, crítico e solidário, como sempre foi, aliás.
Gosto mto da poesia que faz, já sabe, já lho tenho dito e acho que deveria fazer mais, de vez em qdo, para desenjoar da prosa, como afirmou.
O seu olhar é mais que mágico. É REAL E VERDADEIRO, ISSO SIM!

Agradeço a sua presença e comentário no meu blogue. Já não sou Princesa, propriamente, minha amiga, sou já mais rainha, mas agradeço o carinhoso título, entre aspas.
Princesinha, que a preenche, de corpo e alma, só há uma. QUE DEUS A PROTEJA!

Beijinhos para ela e para todos vós.

Rui Espírito Santo disse...

Múltiplos olhares mágicos vistos por um único olhar, também ele mágico, Elvira !
Muito bom !!!

Beijinhos ! :)

Gaja Maria disse...

Que bonito Elvira. Beijinho

manuela barroso disse...

A Elvira não pode enjoar nunca com as suas narrativas porque têm o poder de captar o leitor tão facilmente que ficamos presos . O senão é a nem oportunidade de acompanhar o enredo . mas quer seja prosa ou poesia a magia permanece
Beijinho

maria madeira disse...

Acho que começo aos poucos e poucos a reaproximar-me da poesia. Está a ser pacífico, penso eu. Espero que seja para ficar.

Bom domingo, Elvira. Deixo um abraço.

lua singular disse...

Que olhar mágico lindo!
Ele vê e sente tudo
Adorei
Beijos
Lua Singular

Ane disse...

Oi Elvira!Ter um olhar mágico é precioso,ainda mais nos dias de hoje,onde falta sensibilidade pra ver o que mais importa na vida:as emoções,o amor!
Acompanhando a história,volto pra ler mais!Beijos!

Pedro Coimbra disse...

Da prosa para a poesia, com a mesma qualidade.
Boa semana

Emília Pinto disse...

Apeteceu-te e fizeste muito bem, Elvira. O teu " olhar mágico " está lindo e retrata bem o poder de um olhar. Os olhos são o espelho da alma e costumo dizer que os óculos de sol não se usam só para proteger do sol; usam-se muitas vezes para esconder aquele olhar triste que não somos capazes de esconder. E, principalmente numa mãe, tantas vezes o nosso olhar faz magia...tantas vezes , apesar da dor na alma o olhar se transforma para que outros olhinhos brilhem. Amiga, continua, pois , tanto em prosa, quanto em verso, escreves muito bem. Obrigada. Muita saúde para ti e para os teus. Um beijinho
Emilia

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida Elvira!
Muito dolorido a solidão do idoso!
Bjm muito fraterno

Odete Ferreira disse...

O olhar é uma perfeita objetiva, se, por detrás, está uma alma apurada!
Lindo!
Bjo, amiga :)