26.1.15

QUEM SABE FAZ A HORA... PARTE II

Acordou sobressaltado com o toque do telefone. Atendeu e do outro lado uma voz maviosa, falou o seu nome. Ficou surpreendido e irritado. Quem tinha o desplante de lhe ligar, numa hora tão imprópria.
-João, estás-me a ouvir? Fala a Cecília, não te lembras de mim?
- Bom... - gaguejou João enquanto tentava descobrir, quem raio era aquela Cecília, que parecia conhecê-lo tão bem.
- Estou a ver. Não te lembras de mim é o que é. Devia ficar zangada sabes? Não te lembrares da tua primeira namorada...
- Cecília Pedrosa? - perguntou incrédulo, levantando-se de um salto.
- Ah! Afinal lembras-te - disse, soltando uma sonora gargalhada.
João raciocinava a mil. Cecília Pedrosa. Mas então ela não estava no Brasil? E como é que se lembrara de lhe telefonar? E como obtivera o nº do seu telefone?
- Cheguei ontem do Brasil. E acabo de encontrar a Sandra que me deu o teu nº.
“Diabos, parece que escutou os meus pensamentos”, pensou.
- Olha, - continuou Cecília do outro lado. Estamos aqui em Alcântara, num barzinho que tu conheces bem, segundo diz a Sandra. Não queres vir ter connosco?
Sandra era a irmã do Zé. O bar só podia ser o que costumavam frequentar. Sandra era uma boa amiga. Não daria o seu número, a qualquer uma.
E depois Cecília tinha sido a sua primeira namorada, ainda antes da faculdade. Mas depois fora para o Brasil e nunca mais soubera dela... Estaria casada?
- Então João? - a voz do outro lado soava com impaciência
- Eu vou - numa fracção de segundo João resolvera arriscar. Afinal era noite de Sexta-feira, no dia seguinte poderia dormir até tarde.
Desligou o telefone e dirigiu-se ao quarto para se vestir. Veio-lhe novamente à memória, uma pergunta? Estaria casada? Sacudiu a cabeça. Decerto que não. Uma mulher casada, não telefona a um ex-namorado convidando-o a sair. Continuaria bonita? Já lá iam uns bons anos. Mentalmente fez contas. Deve estar com 36 anos, murmurou para si enquanto fechava a porta.
E caminhando a passos largos dirigiu-se ao elevador.



18 comentários:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Pedro é sábio, realmente, esta é a hora e ele sabe muito bem!
O que virá, depois do oportuno encontro? Veremos, no próximo capítulo!
Boa semana, Elvira!

✿ chica disse...

Lindo e ficamos curiosas à espera de mais desenrolar! bjs praianos,chica

lidacoelho disse...

A história promete

António Querido disse...

Será que o João, vai encontrar três filhos com ela para sustentar? Ou vai encontrar uma Cecília, transformada em Maria das Dores?
Vou esperar para ver!
Entretanto despeço-me com o meu abraço de amizade.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
NINGUÉM MERECE FICAR SÓ, TOMARA QUE DÊ TUDO CERTO PARA O JOÃO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Pedro Coimbra disse...

E tem continuação??

vendedor de ilusão disse...

Pelo visto, João caminhou ao encontro da Cecília todo esperançoso de algo...
Espero com ansiedade a continuação!
Abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

isto tá a ir rápido demais.....

:)

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

João, seguiu para o elevador,
terá ido ao encontro da ex-namorada
paixões que dão voltas ao amor
algumas só duram até de madrugada!

Só no próximo capitulo,
ficaremos a saber o que aconteceu
que o tenho sido bem divertido
belo conto amiga Elvira escreveu!

Continuação de boa saúde amiga Elvira, um abraço.
Eduardo

Silenciosamente ouvindo... disse...

Sigo com muito interesse esta sua
nova história. Desejo que a amiga
já se encontre muito melhor.
Bj.
Irene Alves

Emília Pinto disse...

Pelo que li nos posts anteriores, parece que ainda não estás muito bem. Não admira, pois o frio tem sido muito. Desejo que essa tosse termine e te restabelecas completamente Quanto à história, parece-me que ele vai encontrar uma mulher muito diferente e talvez divorciada. Mas isso pouco importa; seria bom que eles se entendessem e assim acabaria a solidão dos dois. Vamos lá esperar pelo próximo capítulo. Um beijinho, Elvira e as melhoras, sim? Até sempre.
Emília

jorge esteves disse...

Bom, é verdade que não foi dito, nem sequer há qualquer sinal que o acentue; mas aposto que o João não é supersticioso!...
abraço.


jorge

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Escrevendo um conto?
Pelo que vi está bom :)

bjo amigo

Vitor Chuva disse...

Olá, Elvira!

Pois parece que o João está com sorte, ao receber este inesperado convite...e certamente que a sua vida irá mudar.
Cá ficamos para ver.

Um abraço e boa saúde.
Vitor

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, o amor verdadeiro fica para sempre, será que vão recordar os velhos tempos antes da faculdade? tudo indica que sim.
AG

Bell disse...

Todo reencontro é bom e cheio de expectativas.

bjokas =)

Dorli disse...

Oi Elvira,
A Cecília ainda deve ser uma gata.
Boa sorte para ele
Beijos
Lua Singular